Vacinas - Hexa

Prevenção de Difteria, Tétano, Coqueluche, Poliomielite inativada, Hepatite B e as doenças causadas por Haemoplilus influenzae tipo b
Estudos comprovam que a eficácia da vacina combinada garante a mesma proteção destas vacinas feitas separadamente. Ela proporciona mais conveniência gerando menos sofrimento para o bebê, já que combina seis vacinas em uma única. Além de ser uma vacina comprovadamente mais segura e apresentar menor possibilidade de causar eventos adversos.
A vacinação consiste em 3 doses, a partir dos 2 meses de idade, com intervalo de 60 dias entre elas, e dois reforços da vacina penta, o 1º aos 15 meses e o segundo, de 4 a 6 anos.
A imunidade não se mantém por toda a vida, precisando de dose de reforço na idade adulta, a cada 10 anos com a vacina DTPa-R ou DPTa+IPV.

Entre os efeitos colaterais comuns estão: manifestações locais de dor, vermelhidão e/ou endurecimento. Eventualmente podem ser identificadas manifestações sistêmicas como febre, irritabilidade, sonolência e choro prolongado.

Alergia aos componentes da fórmula;
Criança em caso de encefalopatia de etiologia desconhecida, no período de 7 dias seguintes à vacinação prévia com vacina contendo pertussis. Nestas circunstâncias, a vacinação contra pertussis deve ser interrompida e o ciclo de vacinação deve prosseguir com as vacinas contra difteria-tétano, hepatite B, vacina de poliovírus inativado e vacina contra Hib;
Febre.