Doenças - Caxumba

A caxumba é uma doença provocada por um vírus da família paramyxovirus caracterizada principalmente pelo inchaço das glândulas que produzem saliva que ficam nas laterais do pescoço, abaixo da mandíbula. Segundo a médica Isabella Ballalai, presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (Sbim), a doença geralmente é benigna, mas pode haver complicações.

Qualquer pessoa ainda não imunizada (crianças entre os 5 e 10 anos, principalmente). Em torno da idade de 4 meses, as crianças já não estão mais protegidas pelos anticorpos maternos, por isso são mais suscetíveis à doença. A vacinação contra a caxumba já pode ser realizada neste momento, embora a recomendação seja aos 12 meses de idade, com uma dose de reforço aos 15 ou 24 meses para uma cobertura ótima. Assim, a vacinação é recomendada para crianças (antes de 12 meses) e durante uma epidemia ou durante uma viagem planejada (situações consideradas de risco).

Pessoas que trabalham com saúde

A caxumba, como pode ser visto na parte de definição da doença, é uma doença particularmente contagiosa por via aérea, diretamente ou indiretamente (tossir, espirrar, objetos contaminados com saliva). Qualquer pessoa que não teve a doença ou não foi vacinada, é uma pessoa em risco.

A vacina chegou na década de 60, assim qualquer pessoa nascida antes de 1963 já entrou em contato com o vírus e desenvolveu anticorpos. Ao contrário, todas as pessoas nascidas após a introdução da vacina e que não foram vacinados podem desenvolver a doença, em idade mais avançada, com todos os riscos de complicações que a idade implica.

É possível pegar a doença durante todo o ano, mas em geral, existem mais casos no inverno e em lugares coletivos, como escolas, por exemplo. O vírus permanece nas gotículas suspensas no ar. Assim, pegamos o vírus em locais fechados, como lojas, locais de trabalho, escolas.

A caxumba, também chamada de papeira ou parotidite, tem um período de incubação de duas ou três semanas. Seus primeiros sintomas são febre, calafrios, dores de cabeça, musculares e ao mastigar ou engolir, além de fraqueza. Uma das principais características da doença é o aumento das glândulas salivares próximas aos ouvidos, que fazem o rosto inchar. Nos casos graves, a caxumba pode causar surdez, meningite e, raramente, levar à morte. Após a puberdade, pode causar inflamação e inchaço doloroso dos testículos (orquite) nos homens ou dos ovários (ooforite) nas mulheres e levar à esterilidade. Por isso, é necessário redobrar a atenção nestes casos e ter acompanhamento médico.

A caxumba, como pode ser visto na parte de definição da doença, é uma doença particularmente contagiosa por via aérea, diretamente ou indiretamente (tossir, espirrar, objetos contaminados com saliva).

Nos casos graves, a caxumba pode causar surdez, meningite e, raramente, levar à morte. Após a puberdade, pode causar inflamação e inchaço doloroso dos testículos (orquite) nos homens ou dos ovários (ooforite) nas mulheres e levar à esterilidade. Por isso, é necessário redobrar a atenção nestes casos e ter acompanhamento médico.

A vacina chegou na década de 60, assim qualquer pessoa nascida antes de 1963 já entrou em contato com o vírus e desenvolveu anticorpos. Ao contrário, todas as pessoas nascidas após a introdução da vacina e que não foram vacinados podem desenvolver a doença, em idade mais avançada, com todos os riscos de complicações que a idade implica.